A Avaliação de Tecnologias em Saúde (ATS) é um campo de conhecimentos multidisciplinares e envolve diversos métodos científicos. Além disso, vários instrumentos foram desenvolvidos para apoiar a elaboração e análise crítica dos produtos de ATS.

Para auxiliar os NATS e seus profissionais, essa página reunirá informações sobre as principais ferramentas utilizadas. Se você conhece alguma importante ferramenta de ATS que ainda não está na nossa relação, mande para gente por meio do e-mail: rebrats@saude.gov.br.

  • AGREE II

    O programa de pesquisa AGREE (Appraisal of Guidelines for REsearch and Evaluation) tem a missão de criar capacidade entre profissionais de saúde, gestores clínicos e formuladores de políticas para que estejam receptivos à evidência, compreendam seus pontos fortes e limitações e usem a evidência em suas decisões. Para alcançar esta missão e com base em metodologias rigorosas, as equipes internacionais de pesquisa do grupo AGREE desenvolveram um conjunto de ferramentas informadas por evidência com o objetivo de apoiar o desenvolvimento, a elaboração de relatórios e a avaliação de diretrizes clínicas (DC).

    A ferramenta AGREE II, o recurso mais conhecido do AGREE, compreende 23 itens organizados nos 6 domínios de qualidade, e visa todo o processo de desenvolvimento das DC, incluindo quem está envolvido no desenvolvimento das diretrizes, métodos utilizados, gerenciamento de conflito de interesses, clareza de apresentação e outras questões-chave. O AGREE II é válido e confiável e é agora a mais famosa ferramenta mundial para avaliar o rigor metodológico e a transparência na qual uma DC é desenvolvida.

    Outras ferramentas fundamentais incluem: A Escala Global de Classificação AGREE (AGREE-GRS), que é uma breve escala que poderia ser usada no lugar do AGREE II, quando o tempo e os recursos são escassos e a aplicação de uma ferramenta abrangente não é viável; AGREE Recommendation EXcellence (AGREE-REX) que visa as recomendações; e AGREE Health Systems (AGREE-HS) que visa os documentos de orientação do sistema de saúde.

    Além disso, recursos complementares foram projetados, incluindo checklists de relatórios, uma plataforma educacional virtual e uma comunidade virtual de usuários do conhecimento.

    Para mais informações, acesse: www.agreetrust.org.