Estudos

A Avaliação de Tecnologias em Saúde (ATS) é uma das ferramentas utilizadas para apoiar decisões de cobertura de tecnologias e procedimentos nos sistemas de saúde. Trata-se de um processo contínuo de avaliação, que tem como objetivo o estudo sistemático das consequências em curto prazo da utilização de determinada tecnologia ou de um grupo delas. Definem-se como tecnologias em saúde, os medicamentos, os equipamentos, os procedimentos técnicos, os sistemas organizacionais, educacionais e de suporte, os programas e os protocolos assistenciais, por meio dos quais a atenção e os cuidados à saúde são prestados à população.

Nesse extenso universo, dois componentes reforçam a importância da pesquisa e da formação permanente na área de ATS: as mudanças no perfil epidemiológico das populações e os problemas na utilização das tecnologias nos serviços de saúde, como por exemplo, a falta de evidências científicas sobre a eficácia de tecnologias amplamente utilizadas, a baixa utilização de tecnologias já comprovadas ou o uso de tecnologias comprovadamente sem efeito.

No âmbito das políticas públicas de saúde, a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde, por intermédio do Departamento de Ciência e Tecnologia (Decit/SCTIE/MS), é responsável pela implementação da Política Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde (PNCTIS). O propósito dessa política é promover a produção e a difusão de conhecimentos científicos e tecnológicos em saúde, com vistas a sua adoção por instituições e serviços de saúde.

Nesse contexto, a REBRATS, por intermédio de seus Grupos de Trabalho (GT's), desenvolve e realiza diversos cursos e seminários de capacitação em saúde. Em 2010, as primeiras turmas dos cursos de especialização e mestrado profissional, iniciadas em 2008, concluíram suas formações. Dos 173 alunos matriculados em duas especializações e cinco mestrados profissionais, 151 concluíram seus cursos. Em 2011, 674 profissionais participaram de educação continuada como oficinas, cursos de pós graduação e de aperfeiçoamento.

Assim, tanto o Ministério da Saúde como as instituições integrantes da REBRATS promovem programas de capacitação e formação de recursos humanos, por meio de cursos de especialização em saúde e mestrado profissional em gestão de tecnologias em saúde, com objetivo de aprimorar a capacidade de aporte à tomada de decisão no processo de avaliação e incorporação em saúde no SUS.

Nesta página você encontrará alguns estudos financiados pelas REBRATS, como parte dos resultados das chamadas públicas e dos cursos de especialização. A base de dados do SisRebrats é de livre acesso a estudos de Revisão Sistemática, Avaliação Econômica, Parecer Técnico-Científico e outros relacionados a ATS.

Aproveite e bons estudos!!!

Destaques Anteriores

Programas de Saúde na Gestão da Doença Crônica no Idoso e o Impacto no Desfecho Clínico.

Objetivo - Identificar os programas de saúde existentes para o controle da diabetes e/ou hipertensão. Investigar qual o impacto desses programas na redução da morbidade cardiovascular. Avaliar se essa população participante dos programas apresentou redução nas entradas nas unidades de emergência e internação por descompensação. Examinar se houve redução nos níveis pressóricos e glicêmicos a partir da PA e HbA1c.

Eficácia e Segurança do Bevacizumabe no Tratamento de Câncer de Ovário.

Objetivo - Avaliar a eficácia e segurança do bevacizumabe no tratamento de câncer de ovário.

Efeito da Azilsartana na Redução da Pressão Arterial

Objetivo - O estudo propõe avaliar o efeito da azilsartana no tratamento da hipertensão arterial em comparação aos outros anti-hipertensivos de sua classe. A busca pelas melhores evidências foi realizada nas bases de dados eletrônicas Cochrane Library/Willey, CRD (Centre for Reviews and Dissemination), MEDLINE via PubMed. A estratégia de busca foi construída utilizando o vocabulário controlado das bases (MeSH no...

Estudos de avaliação econômica de tecnologias em saúde: roteiro para análise crítica

Objetivo - Propor uma ferramenta para análise crítica de estudos de avaliação econômica a partir da síntese de roteiros existentes na literatura.